Você sabe como é a prática da Psicologia Baseada em Evidências?

Você, psicólogo, talvez já tenha ouvido falar sobre esta expressão: a Prática da Psicologia Baseada em Evidências (PPBE).


Este termo tem sido cada vez mais divulgado entre os psicólogos, principalmente no meio acadêmico, mas ainda não é divulgado o suficiente.


Por isso, o NEISME preparou este post trazendo algumas informações sobre a PPBE e como utilizá-la.




O que são evidências?


Evidências são dados empíricos, frutos de pesquisas científicas sérias, que revelam a eficiência, a eficácia e a segurança de uma intervenção psicológica.


Quando surgiu a Prática da Psicologia Baseada em Evidências (PPBE)?


As primeiras discussões a respeito de uma prática psicológica baseada em evidências surgiu com a Força Tarefa da Associação Americana de Psicologia (APA) em 2006. Depois desse marco, muitos psicólogos e pesquisadores começaram a enfatizar a importância do tema.


Como funciona a PPBE?


Ao escolher alguma intervenção em sua prática profissional, o psicólogo precisa consultar os estudos científicos e considerar estes 3 pontos:


1) a melhor evidência científica disponível

2) a expertise/experiência clínica

3) as características do cliente


Como saber se um estudo é confiável?


Alguns estudos são ditos mais “confiáveis” que outros devido à sua metodologia ser mais robusta. Estes dois tipos de estudos são aqueles que possuem as evidências mais fortes, e sempre que disponíveis, dê preferência a eles:


1) Revisões sistemáticas e metanálises

2) Ensaios clínicos randomizados


Como escolher a melhor intervenção com base na PPBE?


1) Transforme sua necessidade de informações em perguntas de pesquisa

2) Procure a melhor evidência disponível

3) Avalie criticamente a validade e a utilidade da evidência em seu contexto

4) Aplique essa avaliação em suas decisões

5) Avalie o resultado


Qual a importância da PPBE?


A PPBE recorre a estudos científicos sérios para te ajudar a escolher intervenções que serão mais adequadas e poderão trazer melhores resultados para seus clientes. Além disso, ela está relacionada a uma maior responsabilidade profissional. Em vez de seguir a intuição e fazer intervenções duvidosas, a PPBE permite você verificar aquilo que, comprovadamente, tem dado certo.



E você? Já conhecia a Psicologia Baseada em Evidências? Sabia como colocar em prática?


Referência:


Melnik, T., Souza, W. F., & Carvalho, M. R. (2014). A importância da prática da psicologia baseada em evidências: aspectos conceituais, níveis de evidência, mitos e resistências. Revista Costarricense de Psicologia, 33(2), 79-92.

12 visualizações0 comentário
whatsapp-icone-2.png